Segunda-feira, 8 de Julho de 2013

IPRIS Viewpoints 130

Noureddine Jebnoun, "Business as Usual: Egyptian Military Kingmakers" (IPRIS Viewpoints, No. 130, July 2013).

 

Download Full Text: Here.

Do you wish to subscribe our publications, free of charge?

tags:
publicado por IPRIS às 11:24
link do post | favorito
partilhar
Terça-feira, 15 de Fevereiro de 2011

Qual a relevância da destituição de Ben Ali e de Mubarak?

Paulo Gorjão

 

A história é conhecida: Chu Enlai, antigo primeiro-ministro chinês, quando lhe perguntaram como avaliava o impacto da Revolução Francesa, terá respondido que era demasiado cedo para saber. Avaliar o impacto da destituição de Zine El Abidine Ben Ali, apenas um mês depois da sua ocorrência, mais do que uma ousadia, talvez seja uma imprudência. Porém, a destituição na semana passada de Hosni Mubarak obriga a que se corram alguns riscos e que se faça uma leitura, ainda que provisória, dos acontecimentos em curso no Médio Oriente e no Magrebe.

A pergunta que vale actualmente um milhão de euros é esta: a queda de Ben Ali e de Mubarak significa que estamos a assistir, tal como ilustra o efeito dominó, ao início da queda em cadeia dos regimes autoritários nesta região, ou estamos a observar mudanças de regime meramente circunstanciais?

A resposta mais honesta e sincera possível é que ninguém sabe dizer ainda com inteira segurança o que se está a passar e, mais importante, ninguém é capaz de prever o que se seguirá nas próximas semanas. Ninguém poderá dizer, de forma séria, quem se seguirá a Ben Ali e a Mubarak, assumindo que outras destituições poderão ocorrer nas próximas semanas.

A razão de ser desta incapacidade é muito simples: ninguém é capaz de explicar por que motivo na fase inicial de contestação popular a um regime autoritário existem alguns cidadãos que, ao contrário de outros, arriscam a sua vida, numa altura em que os custos pessoais podem ser muito elevados e que o bom senso mandaria que se deixasse essa tarefa nas mãos terceiros. Tal como também ninguém é capaz de prever quando é que essa contestação adquire a massa crítica suficiente para tornar o processo irreversível. Dito de outra maneira, ninguém é capaz de antecipar qual é a gota de água que fará transbordar o copo.

Isto dito, apesar destas limitações, é possível avançar com algumas observações. Ao contrário do que aconteceu em 1989 e que levou à transição para a democracia na Europa de Leste, não está em curso uma recomposição na distribuição de poder no sistema internacional. Actualmente não está a ocorrer uma alteração de poder a nível sistémico, ou mesmo regional, que permita identificar uma relação de causa e efeito que explique as destituições de Ben Ali e de Mubarak. A explicação para o que se passou na Tunísia e no Egipto reside em factores de natureza interna e não em qualquer mutação na polaridade sistémica. Nessa medida, não parece provável que os regimes autoritários do Médio Oriente e do Magrebe venham a ser alvo de um efeito de cascata. Acresce que a sua diversidade e heterogeneidade contribui em larga medida para que isso não suceda. Tal não quer dizer que não possa existir algum contágio junto dos elos mais fracos da cadeia. O que se passou na Tunísia foi seguramente motivo de inspiração no Egipto e a queda de Mubarak será também uma fonte de esperança noutros países. No entanto, contágio não é o mesmo que efeito dominó.

Aqueles que já comparam o que está a ocorrer no Médio Oriente e no Magrebe com o que se passou na Europa de Leste, pelo sim e pelo não, talvez devessem manter as garrafas de champagne no congelador por mais algum tempo. Se fosse vivo Chu Enlai aprovaria seguramente o gesto de prudência.

 

(Artigo publicado hoje no jornal i.)

publicado por IPRIS às 08:15
link do post | favorito
partilhar

More about IPRIS

Search

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Recent Posts

IPRIS Viewpoints 130

Qual a relevância da dest...

Archives

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds