Sábado, 27 de Novembro de 2010

Dilma e a herança de Lula: um Brasil assimétrico

Pedro Seabra

 

Três dias depois da Presidente eleita, Dilma Rousseff, ter confirmado os nomes da sua equipa para a área económica, o Rio de Janeiro encontra-se a ferro e fogo, sinal evidente de que, apesar dos avanços conseguidos pelo Presidente Lula da Silva, as assimetrias sociais, o crime organizado e a violência continuam a ser desafios estruturais no futuro do Brasil.

Guido Mantega à frente do Ministério da Fazenda, Miriam Belchior no Ministério do Planeamento e Alexandre Tombini na presidência do Banco Central assumirão funções a 1 de Janeiro e os seus perfis indiciam uma continuidade nas políticas de Lula da Silva. A contenção de gastos já foi publicamente assumida pelos três como uma prioridade do novo Governo, muito embora a redução da pobreza, o desenvolvimento e o crescimento económico do país permaneçam como metas essenciais do futuro Executivo.

Sem margem para qualquer dúvida, Dilma Rousseff é uma escolha pensada para a continuação do trabalho de Lula da Silva, sendo certo que a imagem e influência do ainda Presidente condicionarão a margem de manobra da futura Presidente. Aliás, esta é a grande incógnita: Dilma Rousseff conseguirá capitalizar o legado do seu antecessor ou, pelo contrário, a imagem de Lula da Silva ser-lhe-á prejudicial?

Independentemente da resposta, que só o tempo poderá esclarecer, Lula da Silva ficará sempre associado a um Brasil em rápida ascensão e com uma dimensão internacional inédita. Dilma Rousseff herda um Brasil de sucesso, mas recebe também nos braços um outro Brasil que os acontecimentos do Rio de Janeiro ilustram com grande clareza.

 

(Artigo publicado hoje no Diário Económico.)

publicado por IPRIS às 14:59
link do post | favorito
partilhar

More about IPRIS


ver perfil

seguir perfil

. 1 seguidor

Search

Outubro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Recent Posts

IPRIS Viewpoints 135

IPRIS Viewpoints 134

IPRIS Viewpoints 133

IPRIS Viewpoints 132

IPRIS Viewpoints 131

IPRIS Viewpoints 130

IPRIS Viewpoints 129

IPRIS Viewpoints 128

IPRIS Viewpoints 127

IPRIS Viewpoints 126

Archives

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds